31.8.11

Para compensar o silêncio

Aqui fica este mimo da spoken word.



Mais?



Sem comentários: