3.8.10

« »

Dos diversos instrumentos do homem, o mais assombroso é, indubitavelmente, o livro. Os outros são extensões do seu corpo. O microscópio e o telescópio são extensões da vista; o telefone é o prolongamento da voz; seguem-se o arado e a espada, continuação do braço. Mas o livro é outra coisa: o livro é uma extensão da memória e da imaginação.

J.L. Borges

Sem comentários: